Neurologia Pediátrica

Início/Neurologia Pediátrica
Neurologia Pediátrica2021-09-15T04:16:54+00:00

Uma das áreas mais importantes na área da Pediatria, a Neurologia cuida e acompanha o desenvolvimento neurológico da criança. O tratamento da criança se faz em conjunto com o cuidado do Pediatra Geral e juntos, conseguem reverter ou controlar o desenvolvimento de doenças como Epilepsia, Cefaleia, Distúrbios do Sono, Distúrbios do Movimento, Neuropatias, Deficiências Mentais, Doenças Neurodegenerativas, Malformações no Sistema Nervoso Central, Hiperatividade / TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção).

Se não cuidadas, essas doenças podem trazer sérias repercussões na vida adulta. Por esse motivo, você deve estar atento se seu filho manifestar problemas de coordenação, fraqueza muscular e até mesmo tremores ou convulsões. Esses sintomas podem estar ligados a doenças do sistema nervoso e é altamente recomendado que você consulte um especialista o quanto antes.

Confira as doenças mais comuns desta especialidade

Abaixo você tem uma breve descrição sobre cada uma das doenças dentro dessa especialidade. Informe-se!

Autismo2017-06-08T11:39:04+00:00

O transtorno do espectro Autista é caracterizado por déficits e dificuldades na comunicação e interação social, associado a interesses e atividades restritas e circunscritas.
Quanto mais precoce for o diagnóstico, mais rápido o tratamento poderá ser iniciado e os resultados serão mais expressivos, uma vez que as janelas de oportunidades estão abertas nos primeiros anos de vida.

Epilepsia2017-05-01T14:47:30+00:00

A epilepsia é um distúrbio neurológico que causa convulsões ou um conjunto de crises em crianças, que podem durar cerca de cinco minutos. Apesar de as crises serem intensas e cansativas tanto para a criança quanto para os pais, é possível que uma criança com epilepsia tenha uma vida normal. Os pais devem desconfiar que o filho tem epilepsia se acontecer mais de duas crises de convulsão.

Cefaleia2017-05-01T15:15:00+00:00

A cefaleia nada mais é do que a dor de cabeça. Cerca de 85% das crianças com idade entre 5 e 12 anos provavelmente vai sofrer com dor de cabeça pelo menos uma vez nesse período. As principais causas da cefaleia são: ficar longos períodos sem se alimentar, sono, problemas de visão, bruxismo, calor e tensão. É importante ficar a tento se a dor é recorrente ou se surge apenas de um lado da cabeça.

Distúrbios do Sono2017-05-01T15:20:49+00:00

Os problemas com sono podem ser muito comuns na infância e podem estar ligadas às mudanças fisiológicas e amadurecimento da criança. Os distúrbios do sono mais comuns são a Síndrome da Apneia ou Hipopneia Obstrutiva do Sono e as Parassonias. A Síndrome da Apneia é o famoso ronco, que pode ser causada pela obstrução das vias aéreas superiores. Já as Parassonias são benignas e os mais comuns são o sonambulismo e o terror noturno.

Distúrbios do Movimento2017-05-01T16:16:31+00:00

São várias doenças que causam alterações nos movimentos, trazendo anormalidades na velocidade, qualidade, sincronização e tempo dos movimentos da criança. Geralmente, o diagnóstico é difícil de ser percebido no caso de bebês, mas o mais comum são irregularidades relacionadas com a escrita e com os pés.

Neuropatias2017-05-01T16:19:49+00:00

São doenças ou distúrbios relacionados com os nervos e seu funcionamento. Podem ser originários de problemas de infecções, genéticos, toxinas, lesões físicas, drogas, etc. Existem três tipos de neuropatias: central, periférica e autonômica. Sua classificação depende da localização e da causa. Os sintomas podem variar de acordo com os tipos de nervos acometidos, podendo apresentar dormência, fraqueza muscular e incontinência urinária.

Deficiências Mentais2017-05-01T16:30:06+00:00

As deficiências mentais são problemas cerebrais que prejudicam o aprendizado. Podem ocorrer por razões genéticas ou durante a gestação ou parto. O ideal é que o diagnostico seja feito assim que o bebê nascer para facilitar o tratamento e evitar maiores danos cerebrais. Os casos mais comuns de deficiências mentais são: Síndrome de Down, Doença de Tay-Sachs e Síndrom de Rett.

Doenças Neurodegenerativas2017-05-01T16:31:04+00:00

As doenças degenerativas são aquelas que provocam a destruição irreversível e gradativa dos neurônios. A mais comum em crianças é a hipoplasia, que é caracterizada por uma anormalidade do cérebro e pode levar a criança ao óbito antes da fase adulta. É possível fazer uso de remédios para retardar a destruição desses neurônios. Outra forma de ajudar no tratamento é a fisioterapia.

Malformações no Sistema Nervoso Central2017-05-01T16:36:21+00:00

Esse tipo de malformação pode acontecer nos primeiros meses de gestação, quando ocorre um problema no fechamento das estruturas do dorso embrião. Os reflexos serão sentidos nas vértebras, na medula espinhal, nas meningites e no encéfalo. Os casos mais graves são malformações na Espinha Bífica, que pode causar a formação de um cisto e a Mielomeningocele, que é quando o sistema nervoso fica exposto.

Hiperatividade / TDAH (Transtorno de Déficit de Atenção)2017-05-01T16:41:33+00:00

A hiperatividade ou o Transtorno de Déficit de Atenção (TDAH) é cada vez mais comum na infância e se não tratado, pode acompanhar a pessoa até a fase adulta, causando inúmeros problemas na vida pessoal e profissional. Os sintomas mais comuns são a desatenção, a falta de interesse no presente, impulsividade e inquietude. De acordo com especialistas, a hiperatividade pode estar ligada a alterações na parte frontal do cérebro.

Se seu filho apresenta algum sintoma ligado a essas doenças ou você deseja uma opinião médica sobre a saúde de seu filho, agende uma consulta conosco.

Ir ao Topo